“Remember who loved you no matter how fucked up in the head you were.”

— Me.  (via oraclesfox)
“Eu nunca gostei do final de nada, odiava estar vendo um filme e saber que daqui alguns minutos ele acabaria, não gostava quando o efeito do álcool estava passando e a tristeza voltando, nunca me conformei em pensar que minha vida e a das pessoas que amo teria um fim, mais cedo ou mais tarde. Eu acho que as coisas boas da vida deviam durar mais, não precisaria ser pra sempre, só um pouco mais. Num piscar de olhos tudo começa a virar lembrança, algumas ainda felizes, outras nem tanto. Às vezes tenho a sensação de que vivo no passado e que minha vida inteira só servirá de lembranças no futuro.”

Guilherme.  (via o-teimoso)

mas a solidão instiga e a saudade rasga”

sweetgirlscout:

This one time I took a walk and stumbled upon silent hill.

“Tão inteligente para escrever sobre o amor e tão burra para amar…”

Clarisse Lispector. (via magoados)